sexta-feira, 28 de setembro de 2012

MH – ESTACIONAMENTOS - INCÊNDIO

 

08112009 043

Há algum tempo pensávamos em abordar a questão do estacionamento (ou aglomeração) de MH nos encontros muito em função da possibilidade de uma emergência de saúde entre nós.

DSC08765

Viagem vai, viagem vem e fomos postergando este tema. No encontro mais recente (dos que participamos) ficamos, literalmente, trancados graças à vontade de ficar junto aos amigos queridos e a consideração carinhosa de quem organizava aquele ‘pedaço’ de estacionamento.

DSC02802

Num dado momento do Encontro o desconforto com a situação voltou a se manifestar…

Ao voltarmos pra casa lemos o texto do companheiro Pandolfo com a mesma preocupação destacando a questão da segurança e, em seguida, recebemos a notícia do incêndio que destruiu o RV da Família Kumm em plena “Expedição Vivenciando as três Américas”.

Tudo isso parece indicar que o assunto é relevante e oportuno e, por estarmos convencidos disso, divulgamos as pertinentes ponderações do Pandolfo (integrante do Rancho Móvel)

“Gostaria de abordar um assunto que talvez já tenha sido comentado, de qualquer forma em nossa última participação em encontro, constatei um fato com certa preocupação.

Talvez por pertencer a um grupo de motociclismo, tenha uma preocupação maior com segurança de forma a nunca descartar o pouco provável.

Pois me refiro à forma de estacionarmos os veículos em encontros. Temos que nos preocupar em deixar espaço suficiente para retirarmos os carros (MH) de forma segura e ordenada em caso de emergência.

Uma análise bastante simples de fatores de risco que envolvem nosso hobby quando estacionados, começa com as diversas tomadas ligadas a uma única fonte de energia, o ar condicionando (também responsável por incêndios em prédios de alvenaria), botijões de gás e também aquecedores a gás ou elétricos portáteis.

Além destes fatores, as instalações e equipamentos dos próprios veículos que, por vezes, encontra-se em mau estado. Disjuntores com defeito, fios desencapados ou inapropriados, emendados, flechas e tomadas com defeito ou inadequadas.

Embora  tudo possa estar perfeito em um veículo, não podemos descartar uma possibilidade de incêndio, seja por qual motivo for.

E neste momento a forma de como os veículos estão estacionados é da maior importância.

Tem que haver condições de se evacuarem os veículos imediatamente vizinhos ao menor indício de princípio de incêndio. E a preocupação maior é com vidas.

Imaginem em uma situação de incêndio, carros lado a lado, cercados por outros carros e sem condições de se movimentarem. O pânico se instala....

No último encontro, com duas fotos modificadas, a situação era esta, sendo que até para passar com uma moto no meio dos veículos estava difícil (isto ocorreu em determinado ponto com aproximadamente 20 carros).

image011image012

Desta forma, primeiramente a consciência de cada caravanista tem que prevalecer.

Se determinado caravanista quer ficar próximo de um ou mais amigos, deve combinar de chegarem e estacionarem juntos,  em ordem. Chegar depois e trancar outros carros para ficar próximo de amigos não está correto. Nesta área entendo que o Diretor de Camping tem que atuar, ou na sua falta os próprios caravanistas cobrarem este cuidado entre si.

Fica pois a sugestão de buscarmos este entendimento de forma coletiva, procurando preservar a segurança de nossos veículos, de nossas vidas e de quem nos cerca, nossos parques e a também nossa imagem como grupo organizado.

Fraternalmente

Pandolfo”

Concluímos com a manifestação do amigo Roberto Sosinski (Rancho Móvel):

Ando muito preocupado com esta questão e nos encontros do RM tenho tentado orientar o estacionamento dos veículos sempre mantendo uma distancia segura entre equipamentos e procurando não obstruir a saída dos demais.

Acho que isso é o mínimo que podemos fazer para evitar um desastre maior no caso de incêndio ou perda de tempo em uma saída de emergência”.

12 comentários:

  1. OLHA, GRAÇA, SE VOCE VER O EVENTO DE 2001 E 2012, QUE ORGANIZEI EM BRUSQUE, ESSA ERA MINHA PREOUPAÇÃO, TODOS OS EQUIPAMENTO FORAM COLOCADOS DE QUE FORMA TINHA UM CORREDOR NO MEIO DA SAIDAS DE EMERGENCIA,SEMPRE TIVE ESSA PREOCUPAÇÃO, RECORAR AS FOTO DA EPOCA,
    GRATO
    ERICO

    ResponderExcluir
  2. Graça, estamos elaborando a pauta de domingo justamente com esse assunto. Já abordamos esse assunto bem no início do programa de Campismo. Passamos um pequeno susto em um acampamento com um principio de incêndio em um botijão de gás, e realmente o limite de segurança entre os mhs tem que ser coisa séria, e o espaço para sair de emergência tbém. Por isso insisti com a Família Kumm para que pudessem falar sobre o assunto no programa, mas parece que eles não tem as informações corretas ainda e não estão dispostos a falar do assunto ainda. Mas vale sempre alertar e fiscalizar toda essa situação nos acampamentos.Abraços..keila programa Nós de Joinville-Campismo Brasileiro

    ResponderExcluir
  3. Muito pertinente esse asunto.Sugiro criarmos um grupo para criar normas de estacionamento que seriam anexadas ao estatuto das associações e,portanto,de cumprimento obrigatório,sob coordenação de um associado muito experiente.Quanto a instalações elétricas,consultar um ou mais profissionais da área,visando criar ou adquirir algum equipamento que evite o risco de sobrecarga nas tomadas,já que a maioria dos lugares em que acampamos não está preparado para tantos equipamentos.Paulo Leonel.

    ResponderExcluir
  4. Márcia J. Wonczewski Mansur Lopes28 de setembro de 2012 19:55

    Importantíssimo este assunto entre os participantes de encontros de motorhomes, como sugestão poderíamos ter palestras sobre o assunto com bombeiros para alertar a todos

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Sr. Pandolfo por abordar tema de tamanha importância.
    Fernando N. Castro

    ResponderExcluir
  6. Hehehe se o Bazacas ler este artigo o valor do seguro vai dobrar!

    ResponderExcluir
  7. Excelente abordagem e parabéns ao Pandolfo e ao Renato/Graça pela oportunidade. Há de se editar regulamento geral entre todas as associações uniformizando regras onde não se poderá alegar ignorância. Tivemos como exemplo ao perigo o evento em Pomerode onde alguns dos Mh ficaram trancados, literalmente.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns ao Sr. Pandolfo, vamos divulgar o artigo e trazer o assunto à baila nos próximos encontros.
    Delfim Bouças

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo tema, a preocupação é muito pertinente e demonstra respeito aos companheiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. toda preocupação com a nossa segurança e a de nossas famílias é pertinente, além do desconforto do pouco espaço para ser compartilhado. Tenho certeza de que nossos organizadores de eventos sempre buscam atender a satisfação de todos e exemplos de auxilio para que eles possam nos oferecer melhores acomodações e segurança, penso que sempre serão bem vindas. Parabéns

      Excluir